Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Devolva-me o sorriso




            Rasguei meu ego, me despi do meu orgulho e sorri novamente para você. Joguei fora meus sentimentos feridos, e atirei do alto da mais impetuosa colina tudo o que eu tinha de ruim dentro de mim.
            Olhei nos seus olhos e deferi palavras amorosas, de carinho, de admiração, apesar de tudo o que aconteceu, apesar de tudo que se perdeu. Odiei meu ódio, me olhei no espelho e vi que nada disso foi em vão.
            Apesar das marcas invisíveis, das dores silenciosas, do risco de me atirar em um abismo sem volta, eu lancei meu orgulho na imensidão do mar e dei lugar ao perdão e a um sentimento curado, aparentemente curado, mas que espero profundamente que se cure perfeitamente e sem revolta ou reviravolta devolva-me o sorriso.

2 Comentários:

Hérlon Fernandes Gomes disse...

Muito profundo tudo isso. Muito autêntico também.
Eu acho que o poeta deve ter essa função de descrever de maneira nua com as emoções agem no íntimo do ser!

Hérlon Fernandes Gomes disse...

errata: *como (nua *com)

Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!