Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Vaidoso Desejo


(Imagem tirada da internet)


Pode parecer até uma pretensão absurda
O modo como o sol cintila no horizonte.
Como ele deixa seus raios chover sobre mim.
Banhando de luz minha manhã.
Tanta sutileza derramada por uma visão vaidosa.

Seriam meus sonhos nascendo de um desejo
Ou meus desejos que são concebidos nos átrios dos meus sonhos?
Seria amor o aquilo que outrora vingou no peito
Ou seria uma vontade presunçosa que isso fosse amor?
Acredito na primeira alternativa.

Então...
Que esse sol brilhe com todo amor pulsante em si mesmo.
Que esses sonhos desejem nascer com se fosse a primeira vez.
E que os desejos sonhem em um dia serem realidades vivas.

Pode até parecer ilusão acumulada
Ou uma inocência amadurecida pela vivência
A forma como ainda desejo que o futuro se aproxime depressa.
Deixar as sombras se dissiparem com a luz da manhã.
Tanto brilho injetado a cada abrir de olhos.

Seriam meus sentimentos acordando de um sono momentâneo
Ou um sono que me fez sentir que tudo estava como antes?
Seria um beijo aquilo que desejei com todo meu sentimento
Ou apenas um momento de solidão querendo arrego?
Acredito ainda na primeira alternativa.

Então...
Que eu seja maduro na minha inocência.
Que meus sentimentos acordem para mais um dia.
Que esse beijo seja sempre com você.
E que os desejos sonhem em um dia serem realidades vivas.


terça-feira, 22 de novembro de 2011

Mergulhe


(imagem tirada da internet)


É difícil recomeçar quando já se está acostumado ao de sempre.

Respirar fundo e olhar para trás.
Mergulhar suavemente no momento presente
E deixar o ar preso até o momento certo
De respirar puramente.

Mas você tem medo de mergulhar no desconhecido.

Você tenta dizer que não há razão
Para continuar tentando.
No entanto, não quer desistir
Desse mergulho às cegas.

E perde o medo de mergulhar no desconhecido.

O balanço calmo das águas te convida
Como se sereias lançassem encantos submersos.
Cantos límpidos e suaves.
Você respira fundo e se lança.

Sem medo, sem receio do que há de vir...
Apenas se lança...

Mas é difícil recomeçar
Quando já se está acostumado a viver em terra firme.


sábado, 12 de novembro de 2011

Muros e Ventos


(Imagem tirada da internet)




São apenas muros
Que eu construí com cautela.
Arrames farpados em torno dos meus medos.
Medos adornados de lágrimas.

Eu deixei que o vento oriundo do oeste
Circundasse minha pele quente.
Deixei que o ar da minha expiração
Dançar com ele
Numa mistura invisível.

Nas minhas ultimas memórias eloquentes
 Cercadas por esses muros
Que separam os olhos alheios dos meus e dos teus
Deixo-me descansar.
Embalado pelo vento que outrora passeou por minha carne.

Então, fecho meus olhos.
E, por favor, feche os seus e dance comigo.
Enquanto encontro coragem dentro da alma
Suficiente para derrubar esses muros.


domingo, 6 de novembro de 2011

Nunca Quebre Uma Promessa


 
(Imagem tirada da internet)


Eu continuo acreditando em promessas.
Verdadeiras ou não, eu ainda acredito.
Essa minha velha mania de achar
Que tudo pode ser diferente.
A mesma mania que faz meu peito sangrar.

Ainda vejo sinceridade nas palavras,
Mas acabo torcendo meu tornozelo
Nesse passo dando.
Nessa outra chance que penso ser a última.

Deixo você se apossar novamente dos meus suspiros.
E acabo sem ar, de cara lavada.

Eu continuo acreditando em promessas.
Não sei até quando.
Hoje? Agora? Até amanhã?
Não sei dizer, mas saiba que quando deixar de acreditar
Você não terá mais como contemplar o brilho dos meus olhos
Nem o gosto doce dos meus beijos.

Deixo você se apossar novamente dos meus suspiros.
E acabo sem ar, de cara lavada.
Porque promessas quebradas magoam como espinhos.


quinta-feira, 3 de novembro de 2011

És a Lua


 
(Imagem tirada da internet)


Olhar das noites calmas e sem muitas nuvens.
Sorriso do céu escurecido.
Marca dos enamorados
És tu dama alva.

Encanto dos corações cativos.
Hipnotizante brilho da noite.
Inspiração dos poetas
És tu dama tão cheia.

Espelho da luz do dia.
Senhora das águas dos mares.
Motivo das mudanças marítimas
És tu dama tão límpida.

Tão encantadora, inspiradora e apaixonante.
Enigmática, solitária e bela.
És tu, dama cintilante do anoitecer.

Que reflete uma luz alva.
Que de fase em fase se apresenta.

Um dia grande como soberana da noite.
Outro dia humilde em sua pequenez.
Mas que em nenhuma delas deixa de ser você
Lua, dama das noites poéticas.



quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Forte na Fraqueza


 (Imagem tirada da internet)



Nas margens ilusórias das minhas contradições interiores,
Ludibriado por minha fragilidade momentânea.
 Buscando minhas virtudes adormecidas
Que hibernam sem prazo para despertar.

Eu amo a forma como somos fortes nas nossas fraquezas.
Quando é nelas que descobrimos todo potencial
Guardado em cada artéria dilatada e aquecida do nosso corpo.

Nas entrelinhas da minha história tão espontaneamente escrita
Compõem-se minhas alegrias em forma de surtos momentâneos de sorrisos
Ingênuos o bastante para não acreditar em ingenuidade.
Apenas buscando minhas virtudes adormecidas
Em um peito sedento de amor.

Eu amo a forma como somos fortes nas nossas fraquezas.
Quando é nelas que vemos o quanto podemos vencer
Essa luta que decidimos chamar vida.

Quem seria o culpado das nossas fraquezas?
O destino? Nós mesmos? O tempo? O medo?
Ninguém se move contra a culpa.
Somos os culpados?
Sou eu o culpado de ser forte ou de ser fraco?
Sim! Se me permito ser fraco.
Não! Se não me permito ser e não consigo.

Eu amo a forma como somos fortes nas nossas fraquezas.
Quando é nelas que descobrimos todo potencial
Para vencer nessa luta diária chamada por nós de vida.
A simples e complicada vida.


Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!