Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

sábado, 20 de março de 2010

Ser coruja


 
Observo tudo ao meu redor,
Nada escapa aos meus olhos.
Escuto os ruídos,
Nada escapa aos meus ouvidos.
Ergo as asas, levanto vôo.
Miro no alvo, vou certeiro.
Em segundos, cravo minhas garras.
E ela sucumbe, perece.
Sou veloz, sou turbilhão.
Derradeiro suspiro, presa em minhas garras.
Noite ganha, trabalho cumprido.
Sua morte, minha vida.
Minhas asas, armas vigorosas.
Minhas garras, torturas reais.
Meus olhos, luzes penetrantes.
Um animal que mais parece uma arma.
Projetado para predar, caçar e vencer.
Sou coruja de olhos ferozes,
Onde minhas presas tremem ao me ouvirem.
Vôo rasante, sinal de adeus.
Mas, certamente não sou símbolo de mau presságio.
Sou símbolo de quem sabe usar os dons que tem
Tudo na hora certa.
Sabedoria simbolizada em mim,
Por olhos cor da noite,
Dos quais pouca coisa consegue escapar.

2 Comentários:

mixa disse...

Lindo cara *.*
Fascinante!!

Uanderson Andrade disse...

obrigado ^^

Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!