Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Nos Mares de Lágrimas

 

E tu, sereia que habita os mares do meu peito,
Que vigia e acalma meu coração.
Por que deixa que essas águas salgadas
Transbordem pelos meus olhos?

O canto da tua sereia irmã penetrou meus ouvidos, outrora.
Visto que tu foste apanhada em teu descanso,
Vulnerável estava a sonhar no relento.

Sereia minha, usa de tuas artimanhas,
De teu canto e de teus encantos
E quebra esse feitiço que tua sereia irmã ―
Habitante de outro mar noutro coração ― lançou em ti.
Faz uso de um contra-feitiço e enfeitiças tu a ela.
Só não se entregue às forças.

Teu doce canto será forte.
Teu doce canto me acordará de novo.
Com ele quebra esse feitiço que tua sereia irmã lançou em ti.
Faz uso de um contra-feitiço e enfeitiças tu a ela.
E nesse feitiço que os dois mares possam se encontrar novamente.
E tu, sereia minha, poderá cantar abraçada à tua sereia irmã.
E seus cantos me farão acordar de novo.


* Imagem retirada da internet

0 Comentários:

Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!