Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

domingo, 23 de maio de 2010

Abrasa o Meu Peito



Deixa-me sentir o calor
Que mostrará o quanto estou vivo
E o quanto preciso viver.

Abraça-me agora.

Abrasando o meu peito
Uma chama de intensidade voraz.
Trazendo forças para as minhas asas.
Fluindo meu sangue rapidamente por minhas veias.

Sentindo o ar voltar aos pulmões,
Suspiros nascendo dentro do peito.
A eloqüência nas palavras.
O doce sabor do olhar.

Abraça-me agora.

Revela para mim todas as nascentes do teu coração.
De onde flui todo sentimento.
E onde deságuam as palavras contidas no teu interior.
Meu rio precisa do teu mar.
Teu mar é dono do meu rio.

Abraça-me agora.
E me deixa sentir o calor
Que mostrará o quanto estou vivo
E o quanto preciso viver.
Porque você abrasa meu peito.

0 Comentários:

Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!