Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

domingo, 24 de junho de 2012

Flor da Esperança

 


Manhã clara.
Sol resplandecente.
Nuvens alvas, limpidamente reluzentes.

Ô sabor doce.
Equidistante está do sorriso e da lágrima,
Do abraço e dos braços vazios.
Ô puro sabor, leve-me a senti-lo novamente.

Tarde de céu azul.
O moinho a girar por culpa da brisa,
Meu riso a ecoar no peito
E nossos sonhos a marcar nossos sorrisos.

Ô sabor doce.
O amargo de antes, hoje adoçado por ti.
 Às léguas esteve teu peito de mim.
Ô puro sabor, leve-me a senti-lo novamente.

Ao nosso redor paira a esperança
Que me faz respirar ofegante
Quando passo a encarar a possibilidade
De sentir esse doce sabor novamente.
De respirar a doçura do teu cheiro.

Ô doce sabor.
Equidistante está do sorriso e da lágrima.
O amargo de antes, hoje adoçado por ti.
Faz-me sentir que o mel da esperança é mais doce
Que o aroma de muitas outras flores.


0 Comentários:

Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!