Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

sábado, 8 de junho de 2013

Na Sombra do Meu Dragão


Pode até não parecer, pois não deixo transparecer.
Às vezes danço.
Faço meus passos ensaiados.
Outrora, deixo fluir.
Abraço meus sonhos alados
Que ao voarem ganham distância.
Então, eu choro.
Desabo quando percebo que...
Quando percebo que esqueci o que devia perceber.
E meus sentimentos ficam numa confusão só.
Como água numa chaleira a ferver.
Às vezes eu canto...
Ou grito.
Espanta a tristeza.
E tudo fica branco, alvo, claro.
Mas escurece.
Então, a saudade chora.
Pode até não parecer.
Na noite cálida
Um sopro de força enche-me o peito.
Vejo uma sombra próxima.
Enxugo as lágrimas e sinto um sorriso.
Um dragão de respiração quente acorda.
E mesmo longe dos meus sonhos
Com o abismo da saudade cortando meu caminho,
Busco refúgio na sombra da minha coragem.
Esta tem forma, cor e sombra.
Até pareço criança por acreditar em dragões.

0 Comentários:

Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!