Inspire-se!

Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente, você estará fazendo o impossível.

São Francisco de Assis

.........................................................................................................

sábado, 17 de novembro de 2012

Minha Armadura



De repente, ó aurora.
Rendeu meus anseios,
Quebrou meus pesadelos
E me revestiu da mais bela armadura.

Insolitamente, ó raiar do dia.
Fez o orvalho brilhar com tua luz,
Embriagou-me de sonhos
E me deixou num emaranhado de sensações.
Somou o que sou com o que quero ser.

Inexplicavelmente, ó nuvens puras.
Tomou meus pensamentos,
Traduziu minha imaginação
E tomou a forma de um pássaro.
Vi meu pensamento voar no céu.

Do nada, ó saudade.
Apertou meu peito,
Roubou uma lágrima
E me fez cantar algo triste.
Mas isso é passageiro
E logo vêm as boas lembranças.

De repente, ó gritos do alvorecer.
Despertou o meu peito,
Embalou meu sossego
E lavou-me com águas cristalinas.
Quebrando meus pesadelos
E me revestindo da mais bela armadura —
O sorriso.

0 Comentários:

Algumas das imagens contidas nesse blog foram retiradas da Web. Se acaso alguma fotografia lhe pertença entre em contato e ela será removida ou receberá os devidos créditos (fica a critério do autor da imagem).


© gdeinspiracao.blogspot.com. Todos os direitos reservados. A cópia ou reprodução parcial ou total não-autorizada de qualquer obra contida nesse Blog está estritamente proíbida.

Plágio é crime!